sábado, 7 de maio de 2016

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Desordem...

Mergulhamos num caminho sem volta
         Você percebe que esta perdido quando as escolas se parecem muito mais com cadeias, presídios e e calabouços. Ao menos lá, nas prisões, as refeições não faltam e há segurança...
     Caos, fora ou dentro?





quarta-feira, 4 de maio de 2016

Desordem...

Mergulhamos num caminho sem volta
         Você percebe que esta enrascado quando os banheiros não têm portas, as privadas estão quebradas e acabou o papel higiênico... meses atrás.
        Todo político eleito deveria ser obrigado a matricular seus filhos em escolas públicas, especialmente as de periferia. É lá que não chega a verba, o dinheiro. É lá que a pátria educadora não cola...
     Caos, você se limpa com o que?




terça-feira, 3 de maio de 2016

Desordem...

Mergulhamos num caminho sem volta
         Você sabe que esta tudo errado quando pede aos alunos que tirem uma folha do caderno, para fazerem a prova...
        Eu também estudei em escola pública da rede paulista, na década de 1980 e 1990, e daquela época já era assim. Hoje, como professor, vejo isso como algo humilhante... 
       
     Caos, não tem papel pra você...




segunda-feira, 2 de maio de 2016

Desordem...

Mergulhamos num caminho sem volta

          O trabalho de um professor, em sala de aula, é relativamente simples e objetivo. Agora, imaginem, por outro lado, toda uma legião de atropelos e dificuldades pequenas, aos milhares, aos milhões, todos os dias, e você poderá entender porque a educação (especialmente a pública) não avança substancialmente.
       Um exemplo simples disso é a completa e total falta de materiais. Não há nada, absolutamente nada de papelaria (para ficar num exemplo só) disponível nas escolas estaduais. Não há também impressoras, não há máquinas de xerox. Nada que possa servir ao desenvolvimento dos alunos em sala de aula... É nesse caos que eu mergulho todos os dias.
     Caos, você é xerox ou fotocópia?




domingo, 1 de maio de 2016

Hoje não tem aula!




Hoje, há 22 anos atrás.





sábado, 30 de abril de 2016

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Gays

Preconceito vs. Religião

       
  Fui chamado por alguns alunos para participar de um trabalho sobre Casamentto Gay e Adoção de crianças por casais gays. Adorei, claro.
             O trabalho será feito nos moldes de um tribunal de justiça, onde dois grupos deverão expor argumentos contra e a favor. Eu, por sorte, fui chamado pelo grupo pró casamento e adoção de crianças por casais homo afetivos.
           O pânico se deu exatamente por que todas as questões acabaram girando em torno de pressupostos religiosos. O que, obviamente, empobrece demais a reflexão acerca do tema...
            Caos, você acredita em qual deus?




quinta-feira, 28 de abril de 2016

Gays

Preconceito vs. Religião

         A verdade é que a religião é usada nesses casos para encobrir um preconceito violento, contra moças e rapazes que amam seus semelhantes sexuais. Eu, de minha parte, orientei o quanto pude aos alunos que fujam com veemência desse tema. A religião, como diria, Christopher Hitchens, envenena tudo...
             Devemos falar sobre direitos civis. Pronto. E mais nada. Todo o resto é secundário.
        Nos Estados Unidos escravocratas apoiavam-se sobre a bíblia para justificar a escravidão. De outro lado abolicionistas faziam o mesmo.... Ou seja, argumentos não faltam para ambos. Resta-nos, então, refletir se o argumento pode ser utilizado no que quer que seja...
             Caos, aborto ou eutanásia?



quarta-feira, 27 de abril de 2016

Gays

Preconceito vs. Religião

           É recorrente a ideia de que a crença pessoal deva interferir em temas amplos como direitos civis. O problema é que, como sempre acontece na religião, quem esta fora acaba perdendo alguma coisa. Dessa forma, justamente, se você não pertence àquela religião, esta automaticamente excluído e não contemplado pelas suas benesses. A religião, nesses casos, empobrece a discussão. E muito.
        Há 50 anos o divórcio era proibido pelas igrejas, para dar só um único exemplo. Contudo, evoluímos e avançamos nos diretos, principalmente às mulheres, de tal maneira que ninguém hoje invoca sua crença no invisível para justificar que alguém permaneça preso(a) num casamento falido...
            Caos, você não crê em Ganesha?








terça-feira, 26 de abril de 2016

Gays

Preconceito vs. Religião

         Num mundo utópico, questões pessoais como a crença religiosa - e olha que são milhares em todo o mundo - seriam deixadas apenas e tão somente nesse campo: o íntimo e o particular. Mas não há "mundo ideal". Não há utopia realizável. Portanto, penso eu, trabalhos como esses podem ajudar a esclarecer as mentes que já estão mais abertas à discussão. E trazer pessoas assim À uma reflexão mais abrangente do que é um direito amplo, completo e irrestrito. E não penas sobre o que eu acho importante, em detrimento de outrem. 
         Questionar o direito de duas pessoas do mesmo sexo viveres juntos e poderem se casar é tão absurdo quanto exigir que homens ainda exibam nas janelas um lençol branco atestando a virgindade de uma mulher... exposição pior, impossível.
        Caos, Alá ou Jeová?




segunda-feira, 25 de abril de 2016

Gays

Preconceito vs. Religião
      

       A crença religiosa nada mais é que uma herança cultural, um "acidente" geográfico apenas. Suas crenças, seus costumes e o que você veste e come são meras imposições do meio em que nascemos. Pouquíssimas pessoas, raras mesmo, conseguem ou querem fugir disso. Ninguém se pergunta, por exemplo, porque é cristão, judeu ou muçulmano. As pessoas simplesmente seguem as crenças de seus pais e familiares. Objetivamente assim. E perpetuam os mesmos ritos, dogmas e hábitos. Ou assim, ou pela força... [vide o que aconteceu com os nossos índios, para ser mais didático].
     Na China seres humanos assim como eu, como você, se alimentam de gafanhotos. No Japão, de carne de baleia. No nordeste do Brasil come-se - e com muito gosto - as vísceras de animais como bodes, carneiros e vacas... ninguém questiona. A necessidade geográfica e acontecimentos de força maior justificam cada uma dessas "esquisitices". Bem como a religião... 
       Aliás, porque você não venera (imagem acima) a bela deusa Durga? Provavelmente porque não faz o menor sentido, já que ao nascer aqui você segue e crê no mesmo que da maioria...
      Caos, acaso você é gay?




domingo, 24 de abril de 2016

sábado, 23 de abril de 2016

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Conhecimento

Apenas um sonho...

       Na minha escola ideal os alunos saberiam ao menos escrever dez linhas, ler essas dez linhas e explicar o que escreveu nessas dez linhas. Não é o que ocorre hoje. Infelizmente.
     A pátria educadora não se importa se os seus filhos sabem ler, escrever e calcular minimamente... Tudo o que vejo são "teorias" e "fórmulas" mirabolantes. Mas a verdade é que nenhum estudante esta realmente apto a adquirir qualquer conhecimento efetivo se não souber ao menos o básico.
       Caos, dane-se...






quinta-feira, 21 de abril de 2016

Conhecimento

Apenas um sonho...

       Na minha escola ideal os alunos saberiam ao menos as quatro operações perfeitamente, coisa que não sabem hoje sequer os alunos do Ensino Médio...
         Pessoalmente, sempre faço um trabalho de revisão desses conteúdos. Não importa a série em que estou. Somente ali compreendo que o problema vem da base. Crianças não são cobradas o bastante no início de suas vidas escolares a praticarem ao menos essas operações básicas com esmero, dedicação e afinco. Em parte, acredito, a culpa esta também entre os diversos "modelos" moderninhos que privilegiam outros métodos que não os práticos.   
          Caos, você não sabe multiplicar...






quarta-feira, 20 de abril de 2016

Conhecimento

Apenas um sonho...
      Na minha escola ideal professores gostariam do que ensinam... Parece estupidez dizer isto, mas, infelizmente não é. Em boa parte a culpa é também das universidades. Há um excesso de conteúdos não práticos, de teorias e muita abstração. Quando chegam nas escolas os professores desanimam ainda mais com um currículo obrigatório engessado, com o pouco tempo e a extrema falta de recursos e materiais. Inclusive, para dar um exemplo, uma mísera máquina de xerox...
      Caos, me liga amanhã...







terça-feira, 19 de abril de 2016

Conhecimento

Apenas um sonho...
       Na minha escola ideal os alunos seriam encaminhados ao longo dos anos, das séries, meses e semestres conforme as habilidades... Hoje, infelizmente, alunos estudam o que não querem, o que não entendem e o que não lhes serve para nada. Ao menos não no momento em que realizam...
       Vejo, aflito, grandes potenciais sendo desperdiçados dia após dia.        
       Caos, vê se morre...







segunda-feira, 18 de abril de 2016

Conhecimento

Apenas um sonho...

       Na minha escola ideal os alunos fariam apenas projetos do primeiro a último dia de aula, por todo o ano.
     Apenas assim, enxergando aonde cada conhecimento pode [e deve] ser aplicado, a escola se tornaria mais interessante. Do jeito que esta a escola é um saco...
       Caos, me erra...



domingo, 17 de abril de 2016

sábado, 16 de abril de 2016

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Falência

Nós, professores, também somos responsáveis

          Se a escola púbica fosse uma empresa privada, teria pedido concordata ha no mínimo uns 50 anos. Se professores e todos os profissionais envolvidos tivessem que prestar conta de seus trabalhos, de suas faltas, boa parte teria sido demitida por justa causa ou incompetência mesmo. É nesse caos que eu me misturo, é onde eu tento submergir e encontrar um pouco de ar.
          Caos, você faliu. Sinto dizer.



quinta-feira, 14 de abril de 2016

A RESPOSTA É NÃO

Há limite para a estupidez humana?
           Hoje em dia é difícil encontrar um caminho correto de ensinar todas as coisas, evidenciar opiniões e marcar reflexões pessoais. Mas ainda acredito no bom senso. Se o governo nos sabota dia após dia, se o Estado é omisso e a sociedade que nos cerca não faz a menor ideia de qual é a verdadeira função da escola, é preciso então que nós professores façamos a nossa parte... Caso contrário, nenhum de nós sobreviverá para contar a história. 
         Caos, porque você atrapalha tanto seus colegas?



quarta-feira, 13 de abril de 2016

RELEVÂNCIA

E verdade vos libertará...
          Professores não conseguem ensinar sequer o essencial, imagina o básico. A ineficácia da educação pública me constrange, me encabula, me choca. Eu imagino o dia em que resultados observáveis possam ocorrer. Mesmo que isso leve décadas. Alunos de periferia têm tantas ou quantas oportunidades desejarem. Acontece que não desejam. Ao menos não a maioria. Todos fortes candidatos a massa de manobra.
     Como convencer jovens alnos de que o conhecimento é importante? Como isso é realmente possível? Para eles, hoje, o que interessa são os novos modelos dos celulares e os mais caros. Seus pais sacrificam-se ao absurdo para alimentar um consumismo estúpido, retroalimentando uma lógica indecente que nos leva dia após dia ao caos. Meu sonho, um dia, é poder realizar algo relevante... ser relevante hoje talvez seja o maior desafio de qualquer ser humano. O meu também.
             Caos, vai se foder.





terça-feira, 12 de abril de 2016

Pais = Ineptos

A confusão sempre é generalizada...

        Você sabe que esta em maus lençóis quando as próprias famílias, responsáveis primeiros pela educação de cada um dos alunos e alunas, são os principais sabotadores da escola. É cansativo ao extremo, pra não dizer triste, observar que estamos sós. Estado, sociedade, sindicatos. Ninguém é capaz de olhar efetivamente para a escola pública a fim de melhora-la... Estamos fodidos.
           Caos, você se mete a besta com quem?



segunda-feira, 11 de abril de 2016

TUDO DO MÍNIMO

A educação pública no Brasil é um eterno projeto do projeto...

           Hoje foi um dia de prova. Dia de avaliar alunos e alunas da sexta série, verificar se compreenderam bem o que estudamos, se absorveram ao menos o mínimo que se espera. A rotina numa sala de aula em escola pública é relativamente simples, professores e estudantes precisam de poucas coisas, em geral, para alcançarem o desempenho desejado. Acontece que é esse pouco, justamente, o que não temos. Falta o básico. Falta tudo.
           Estamos na maior região metropolitana da América Latina, no Estado mais rico do Brasil, e não temos sequer papel higiênico para os alunos. E isso há meses e meses. Não temos sequer folhas para imprimir provas e atividades. Não temos impressora. Os computadores nem sempre funcionam. Não temos cartolina, não temos nenhum material de papelaria. Nada. Hoje os alunos tiveram que arrancar uma folha dos cadernos para realizarem a prova.  E isso foi sempre assim...
           Fala-se muito no desenvolvimento e avanço da educação no Brasil, especialmente a pública, Pátria Educadora, etc. Eu vejo e ouço tudo isso com resiliência. Até com um pouco de tristeza. Nosso verdadeiro avanço passa pelo mínimo, pelo abandono extremo, por uma mísera máquina de xerox, um punhado de folhas de sulfite para prepararmos trabalhos, atividades e avaliações. Por uma escola bem pintada. Bem iluminada. Por profissionais motivados e bem remunerados (o que é difícil com salário base de R$ 1.400,00 e vale refeição de apenas R$ 8,00). Passa também por segurança de verdade nas escolas que mais necessitam. Por mais liberdade pedagógica e, voltando ao início, do básico e essencial.
               Olho todos os dias meus colegas de trabalho e vejo neles uma frustração crescente. Boa parte já desistiu. Não vale a pena. Lutamos contra algo gigante, cruel e invisível. Lutamos contra o descaso e a falácia de que a educação pública de qualidade é importante. Mas não é. Se o fosse, teríamos a elite dentro das escolas públicas, filhos de políticos, de gente importante, e até mesmo da maioria dos professores e professoras que lá trabalham. Estamos abandonados. Se fôssemos uma empresa privada, teríamos falido há 50 anos ou mais.
                Bem vindo ao caos.




domingo, 10 de abril de 2016

Hoje não tem aula!


 Sei que faço isso, mas é sem querer...




sábado, 9 de abril de 2016

Hoje não tem aula!


         É um estereótipo grosseiro, eu sei, mas representa muitas verdades.




sexta-feira, 8 de abril de 2016

CICLO VICIOSO

O brasileiro sendo brasileiro...
          Então uma mãe veio dizer que paga seus impostos, que tem direitos, etc. Nunca frequentou sequer uma reunião de pais e mestres apesar da filha, aluna da sétima serie, estudar conosco desde o primeiro ano. Curioso notar como o brasileiro toma posse daquilo que lhe é de direito apenas e tão somente quando incomodado, renegando da mesma forma os deveres...
          A escola pública, tal como esta, precisa urgentemente de um choque de gestão (além de uma melhor estrutura e do básico em papelaria, lógico) e de mais autonomia para forçar pais e familiares a cumprirem suas obrigações como se deve. 
           Caos, você acompanha a vida escola dos seus filhos?

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Eu, Leonardo Da Vinci

O mundo dentro da escola...

       Hoje um aluno perguntou se há vida após a morte. Então, uma longa e interessante discussão em acerca do tema. 
         É curioso como há dias em que as aulas fluem. E eu, que obrigado ensinar "apenas" matemática, consigo encaixar bem qualquer tema nas aulas. Sempre quando os alunos não destroem a escola ou agridem seus colegas, claro...
        Meu sonho, como pai, professor e cidadão, é poder dar uma aula de "tudo". Como já disse num post anterior. Uma aula sobre todas as coisas. Melhor ainda: uma escola sobre TUDO. Que ensine coisas úteis todos os dias.
           Caos, há vida após a morte?


quarta-feira, 6 de abril de 2016

CANSAÇO

Viver e absorver o caos...

        Pais e filhos se parecem demais. Com frequência chamamos pais ou responsáveis de alunos e, logo de cara, é possível observar a razão de tanta falta de educação, estupidez e bestialidade. Eles não sabem, talvez nem o notem, mas são idênticos e se merecem. É papel da escola modificar isso?Acredito que não...
       A escola é responsável por uma educação formativa, por instrução geral e aplicada, mas não por educação de pai ou mãe. Se algumas pessoas fossem obrigadas a fazerem cursos preparatórios antes de ter filhos, a maioria seria reprovada.
           Caos, vai a merda?



terça-feira, 5 de abril de 2016

ESTUDAR?


          Sempre me pergunto porque a escola não pode ensinar apenas o que é usual, o que é importante e o que terá utilidade prática na vida dos alunos. Quem elabora os conteúdos e currículos escolares não vive nesse mesmo planeta em que vivemos. Sinto-me absolutamente estúpido lecionando, por exemplo, Notação Científica para alunos de 12 e 13 anos. Seria mais interessante trabalhar Álgebra e/ou Aritmética  à exaustão, entre outras coisas...
         Caos, hoje você sabe quanto é 10³²?






segunda-feira, 4 de abril de 2016

SUPER AULA

         
     
          Hoje uma daquelas aulas espetaculares, onde tudo da certo e quando todos se interessam pelo assunto. É incrível notar como é possível encontrar uma chama mesmo em madeira molhada.
         Caos, hoje você perdeu...



domingo, 3 de abril de 2016

sábado, 2 de abril de 2016

sexta-feira, 1 de abril de 2016

CRETINOS

Você precisa ver o que acontece aqui...
       Pais e responsáveis deveriam ser obrigados a assistirem pelas câmeras, pelo menos uma vez por mês, aos filhos em sala de aula. Seria uma experiência interessante. Filhos adolescentes e pré adolescentes, em geral, têm comportamentos difusos e completamente opostos quando distantes dos familiares. 
       Não falo apenas pelo castigo que seria necessário [sim, isso também seria ótimo] mas também pela oportunidade de conhecimento e auto conhecimento familiar que um gesto assim proporcionaria.
        A coisa toda melhoraria, acredito, também quanto aos alunos em sala. Jovens e adolescentes precisam mesmo entender que a postura é fundamental, próximos ou distantes de seus responsáveis. 
        Caos, você é bipolar?





segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Re - início



     Todo ano. Tudo de novo. Outra vez. Recomeçar.
     Caos, bem vindo à 2016.


sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Fim

      

        O ano escolar de 2015 termina para mim nesse dia. Um longo ano. Uma longa jornada onde muito pouco efetivamente se andou...
      É de se esperar que, no próximo, algo melhor aconteça. Não que eu acredite nisso, óbvio. Mas manda o bom senso que se pense sempre no melhor. Este ano o caos esteve tão presente quanto nunca. É bom pelo menos tentar imaginar coisas melhores... Até.


         Caos, você esta de férias.


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

IGUAIS














              A coisa mais estranha no ambiente escolar são as discussões infinitas  entre os professores sobre o nada. Somos o reflexo da sociedade muito mais do que imaginamos...









quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

HIPOCRISIA











              Você escuta as pessoas dizendo que é preciso mais honestidade e o professor falta ao trabalho sem nenhuma razão justa...








terça-feira, 15 de dezembro de 2015

GOVERNO










              Você percebe que alguma coisa esta errada quando vê a presidente da república discursando sob uma placa que diz "Pátria Educadora", e vive a realidade da educação pública das periferias...







segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

ESTRANHO









                        Você sabe que algo esta errado quando professores não colocam seus filhos na mesma escola aonde eles trabalham...







domingo, 13 de dezembro de 2015

sábado, 12 de dezembro de 2015

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Acabou

O resumo do ano?

            O resumo é que observo ao meu lado e vejo colegas cansados, desanimados e sem qualquer motivação. 
            Um ano perdido. Mais um. 
            Pouco ou nada se produziu efetivamente.

               Caos, natal na área...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Acabou

O resumo do ano?


                O resumo é que o trabalho da escola é infrutífero. Numa sociedade caótica, resta-nos observar a confusão.

               Caos, natal para você...


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Acabou

O resumo do ano?



                O resumo é que pouco importa o conhecimento. Se isso não fosse verdade jovens dentro de escolas seriam mais receptivos a tudo quanto é ofertado todos os dias em salas de aulas...

               Caos, natal dobrando a esquina...

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Acabou

O resumo do ano?

                O resumo é que pais, mães e responsáveis importam-se  pouco, muito pouco com a educação escolar de seus filhos. Se isso não fosse  verdade teríamos instituições escolares em melhor estado.

               Caos, natal tá vindo...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Acabou

O resumo do ano?


                O resumo é que o Estado não deseja uma escola pública de qualidade. Na verdade, eu acredito inclusive que o Estado nem faz de propósito. Ele é tão incompetente que seria difícil conseguir planejar tantos equívocos e desmandos...

               Caos, natal chegando...


domingo, 6 de dezembro de 2015

sábado, 5 de dezembro de 2015

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

SEMANA DE RECUPERAÇÃO


           Hoje conversei com alguns poucos pais e mães de alunos, todos preocupados com a situação escolar de seus filhos. O caso é que nenhum deles estão de recuperação. Ao contrário. Vieram despedir-se. São todos alunos dedicados e estão de partida para outras escolas, especialmente para instituições de ensino técnico. Hoje a menina dos olhos de alguns poucos alunos ainda atentos...
          Sim. Os bons vão embora.

         Caos, hoje é sexta. Chega.


quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

SEMANA DE RECUPERAÇÃO


          A coisa que eu mais vejo em salas de aula, especialmente em escolas públicas, são filhos e filhas desamparados pela própria família. Alunos na oitava série com preguiça de calcular uma simples conta de multiplicação é o cúmulo. E seus bolsos celulares de última geração... As famílias já decretaram qual é a prioridade.

           Caos, você sabe multiplicar?



quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

SEMANA DE RECUPERAÇÃO


          Curioso como a imagem acima é falaciosa. Bons alunos quase nunca ficam de recuperação, hoje em dia, e os que ficam raramente tomam conhecimento da gravidade... Pelo contrário: professores deixam de recuperação apenas casos extremos, alunos excessivamente faltosos e descompromissados. O mesmo ocorre com a reprovação. 
         Imagens assim apenas demonstram o estereótipo do estudante coitadinho versus professor malvado opressor. 

           Caos, você tem medo de recuperação?